Prefeitura Municipal de Descalvado

Notícias

"Administração conclui a substituição dos 900 hidrômetros danificados"

"Convênio com o FEHIDRO teve três etapas que para a sua conclusão falta apenas a instalação do último macromedidor, na saída de água da Rua Cel. Rafael Tobias"


A SEMARH - Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos – concluiu esta semana a colocação e substituição dos 900  hidrômetros conseguidos através do convênio com o FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) e já entregou pedido de verbas para mais 470 novos aparelhos. O valor do convênio é de R$ 364.598,92 que inclui várias etapas do Plano de Controle e Perdas de Água durante o Abastecimento.

Segundo o secretário da pasta, Valdecir Marcolino, a implantação desse projeto é uma meta antiga que só tornou-se possível agora com a nova administração de Becão Reschini e Luiz Carlos Vianna, que dentre outras exigências, fez com que a empresa vencedora da licitação contratasse pessoas de Descalvado para fazer a substituição dos hidrômetros,  dando oportunidade de emprego e renda dentro do município.

Além da aquisição dos hidrômetros o convênio contemplou três aparelhos macromedidores de vazão com fornecimento e instalação pela  empresa RHS – Recursos Hídricos e Saneamento Ltda., da cidade de São Carlos, equipados com sistema de telemetria e mais a automação do sistema de monitoramento 24 horas do abastecimento da Estação de Tratamento de Água (ETA).

Vale ressaltar e esclarecer para dirimir dúvidas lançadas recentemente na sociedade quanto ao custo dos hidrômetros, que foram substituídos onde se havia a necessidade de forma gratuita para o contribuinte - que lógico, tem toda responsabilidade da conservação do aparelho – não custou  mais  que R$ 100,00 com conexões e instalação pagos com verbas do convênio.

 O convênio com o FEHIDRO contemplou um pacote de modernização e automação para se medir com exatidão a água que entra na ETA e a que sai e pra onde é distribuída, além  de normalizar a cobrança  pelo consumo onde os hidrômetros estavam danificados. Marcolino considera a cobrança justa pelo consumo real da água, que é o que a troca dos hidrômetros proporcionará.

Hoje, o  laboratório da ETA, vistoriado pessoalmente pelo prefeito Becão no  momento da implantação da automação e sistema de telemetria, faz a analise dos dados 24 horas e  em tempo real, verificando ainda possíveis vazamentos, que terão o conserto com mais rapidez.

Dos  macromedidores instalados está faltando apenas um que será nas proximidades da ETA, pela Rua Cel. Rafael Tobias e com isso se encerra o Projeto de Combate às Perdas de Água durante o Abastecimento. Esta é mais  uma meta concluída em tão pouco tempo.

Publicado em:2017-05-16-10:24:17
Fonte: Assessoria de Comunicação